30/05/2014

soulmates

Almas gémeas.
Acredito que existem. Só não sempre de uma forma amorosa.
Acho que há certas pessoas que conhecemos durante a vida que nos marcam de uma maneira especialmente diferente. Pessoas que nos dão um dia bom dentro de muitos maus, que nos fazem sorrir entre muitos dias de choro e nos fazem querer guardar essas memórias como tesouros numa caixa. Pessoas que nos aquecem por dentro de uma maneira que sabemos que não é normal e entendemos que é algo mais. Essas pessoas não têm necessariamente que ser um namorado/a. Podem ser um amigo, um familiar, uma mãe ou um pai. Pode ser qualquer pessoa com que já tenhamos interagido. Podemos ainda nem sequer ter conhecido ninguém assim, mas é certo que um dia irá acontecer, qualquer dia, em qualquer lugar, vai haver um alguém que nos fará sentir esse clique e nos recordará que há coisas na vida que valem a pena a espera.

24/05/2014

Dear future lover

Querido futuro namorado,
Espero que entendas que quero ir com calma, e o porquê de isso ser assim. Espero que entendas que dificilmente me abro com as pessoas, e falo dos meus sentimentos. Já passei por muita coisa e houve muita coisa que passou por mim. Então construí paredes. Muitas. Em todo o lado. Com sorte, pode ser que se abram algumas janelas em teu nome, ou até portas, mas tens que ter paciência, carinho, força. Espero que aches que eu valha o esforço. Pode ser que com o tempo consigas destruí-las, pedra a pedra, tijolo a tijolo, mas sabe que elas nunca vão desaparecer por completo. Vai haver sempre um bocadinho de mim que vai estar magoado, e que não se vai deixar ir abaixo com medo de sofrer outra vez. Espero que saibas que estou a dar o meu melhor, e que se não faço mais é porque não consigo! Só te peço que sejas paciente. E que consigas compreender o porquê de fazer as coisas que faço. Peço-te que cuides de mim mesmo quando eu menos merecer. Que me beijes quando me apetecer gritar. Que me acalmes quando eu quiser chorar. E que me agarres quando eu tentar fugir.