30/12/2013

a 2014

2013 foi um ano bom, em vários aspectos. Comecei o ano a festejar o primeiro aniversário da relação que eu achava perfeita, vivi a minha primeira queima, conheci pessoas fantásticas, e vivi coisas que nunca vou esquecer... Contudo, foram mais os maus momentos do que os bons. Além de ter ficado solteira e ter descoberto que fui enganada durante meses, os problemas familiares não foram poucos. A minha família passou o ano 2013 a desfazer-se e a tentar recompor-se, constantemente. Chegaram pessoas novas, mas muitas pessoas também partiram. Amigos que considerava os melhores, viraram-me as costas sem pensar duas vezes. E tive dias em que me senti tão sozinha que não sabia se valia a pena chegar a 2014. Por outro lado, olhando para trás, sei que tudo o que passei me faz entrar neste novo ano como uma nova pessoa, uma pessoa completamente mudada. Sou mais forte, sou mais madura, e acima de tudo, sei ser feliz sozinha.
Para 2014 tenho apenas um desejo: aproveitar ao máximo tudo o que este ano me trouxer. Viver a vida sem pensar no que sofri, no que sofro, nas pessoas que me fazem falta. Dizer que sim ao que sei que me faz bem, viver novas experiências, conhecer novas pessoas, fazer novos amigos. E aprender todos os dias um bocadinho mais.

4 comentários: